"Amores Roubados": A paixão que arde entre Leandro e Celeste

Série é livremente inspirada no livro “A Emparedada da Rua Nova”

Neuber Fischer. 24 de dezembro de 2013, 09h00.

Nos braços de Celeste (Dira Paes), Leandro (Cauã Reymond) sente o calor de uma mulher poderosa e confiante. A esposa do grande exportador de mangas Roberto Cavalcanti (Osmar Prado) se sente desejada e completa, mas Leandro não consegue se comprometer. Como o rio São Francisco, ele deixa a vida correr sem se amarrar a nada e a ninguém, mas desfruta do corpo da elegante Celeste o quanto quer. Depois de um horário de almoço bem aproveitado com a amante, Leandro volta ao trabalho para conquistar os turistas – e principalmente as turistas – e vende como nunca antes os vinhos da Vieira Braga, comandada por Jaime Favais (Murilo Benício).

Ao caminhar pela vinícola, é surpreendido pela chegada de Cavalcanti, que o apresenta a sua esposa Celeste sem nem desconfiar do relacionamento extraconjugal dos dois. Após uma sugestão da mulher, o marido chama o sommelier para dividir sua expertise com os convidados de um jantar na casa dos Cavalcanti e protagonizar uma degustação de vinhos. A aproximação agrada Leandro: quanto mais perto de Cavalcanti, menos ele suspeita de seu caso com Celeste.

Já com todos reunidos para jantar – o casal anfitrião, Jaime, Isabel (Patrícia Pillar), Antônio (Germanio Haiut) e João (Irandhir Santos) –, Leandro venda os convidados e estimula seus sentidos para que desfrutem do sabor do vinho, especialmente os de Celeste, que recebe os carinhos do rapaz sem que os outros vejam. Mas o jantar também garante a Leandro conhecer a bela Isabel Favais e quem sabe viver outro grande desafio: conquistar a mulher do homem mais poderoso de Sertão.

‘Amores Roubados’ é livremente inspirada no livro “A Emparedada da Rua Nova”, escrito pelo jornalista e fundador da Academia Pernambucana de Letras, Carneiro Vilela (1846-1913). A obra editada semanalmente no “Jornal Pequeno”, do Recife, entre 1909 e 1912, só foi transformada em livro no início do século XX e é um folhetim que faz sucesso há quase 100 anos. A minissérie tem direção geral de José Luiz Villamarim, roteiro de George Moura, com supervisão de Maria Adelaide Amaral e núcleo de Ricardo Waddington. ‘Amores Roubados’ estreia dia 06 de janeiro, após ‘Amor a Vida’.

COMPARTILHE
 
Você pode se interessar Notícias relacionadas
 
Sua opinião importa Escreva seu comentário