Opinião: BBB 14 tem estreia curta e sem graça

Programa ficou apenas 20 minutos no ar

Neuber Fischer. 15 de janeiro de 2014, 09h16.

A aguardada estreia do BBB 14 até não foi mal de audiência, marcou cerca de 30 pontos, mas a decepção foi grande. Além da correria para apresentar os participantes, com a mesma abordagem sem graça de sempre, Pedro Bial estava visivelmente acelerado, perdido e impaciente.

Logo de cara ele já errou, deu bronca na produção e mostrou simpatia com alguns participantes e antipatia com outros.

A prova do líder, confusa como sempre, foi rápida e definiu Amanda como a primeira comandante desta edição e o time roxo está imune ao primeiro paredão.

O que realmente chamou atenção na estreia do "Big Brother Brasil 14" foi a decoração da casa. Ao contrário de outras edições, nesta os arquitetos e designers da Globo tiveram um extremo mal gosto, especialmente na sala onde quase tudo é cor de rosa e o chão tem um carpete preto com detalhes em zebra. Deixou a desejar!

Ainda não deu para conhecer bem cada participante, mas pelo pouco que se mostrou foi possível perceber que o cozinheiro Rodrigo é o mais antipático, prefere se isolar na cozinha e não gosta da ajuda dos colegas.

Por outro lado, Junior foi só simpatia, parece ter se entrosado com todos, fala caipira, brinca e foi um dos mais destacados no primeiro dia do programa.

Ainda é cedo para julgar se o programa será melhor ou pior que as demais edições, mas levando em conta a estreia as perspectivas não são boas.

COMPARTILHE
 
Você pode se interessar Notícias relacionadas
 
Sua opinião importa Escreva seu comentário